Início MARANHÃO Força Tática prende mais dois suspeitos por envolvimento no assassinato do professor...

Força Tática prende mais dois suspeitos por envolvimento no assassinato do professor Gilmar

6
0

Em uma operação conduzida pela Força Tática do 17º Batalhão da Polícia Militar na noite desta quarta-feira (21/02), mais dois indivíduos foram detidos em conexão com o brutal assassinato do professor Gilmar da Costa, de 39 anos, ocorrido no início deste mês.

As autoridades identificaram os detidos como membros ativos do grupo responsável pelo ato criminoso que abalou a comunidade local.

O professor Gilmar, um educador respeitado e querido por seus alunos e colegas, foi vítima dos criminosos enquanto pilotava sua motocicleta próximo à ladeira do povoado Canoeiro, na zona rural de Codó (MA).

Ao ser surpreendido pelos bandidos, o educador, ao tentar fugir, foi baleado nas costas e teve sua moto roubada pelos assaltantes.

A equipe da Força Tática, sob o comando do Tenente Saulo, intensificou os esforços de investigação e conseguiu localizar os dois suspeitos em uma residência na Rua da Paz, na região da Trizidela.

Os detidos foram identificados como Francisco Souza Frazão, de 27 anos, e Reginaldo Gomes da Silva, de 48 anos.

Segundo informações apuradas pela jornalista Emanuela Carvalho, Francisco Souza teria admitido ser o autor do disparo que ceifou a vida do professor Gilmar.

Outras detenções

Além de Francisco Souza e Reginaldo Gomes, a Polícia Militar prendeu também Samilton da Silva Palmeira, de 23 anos, sob a acusação de estar em posse da arma de fogo utilizada no crime, um revólver calibre 38.

Durante as investigações, as autoridades policiais descobriram que a motocicleta do professor havia sido vendida em Coroatá por Antônio Paulo Bezerra, de 53 anos, que confessou o ato. Ele foi preso, assim como Railson Sousa Andrade, que admitiu ter adquirido a moto e a revendido para um indivíduo conhecido apenas como “Didico”.

Outros envolvidos

Além de Francisco Souza e Reginaldo Gomes, outros dois indivíduos já haviam sido detidos na semana passada por sua participação no assassinato do educador. São eles: Daniel Teixeira e Rogério Moura Nunes, este último suspeito de fornecer as armas utilizadas nos assaltos na região da Trizidela.

Matérias Policiais

Artigo anteriorCovid e dengue: médicos alertam para casos de infecções simultâneas
Próximo artigoCâmara de São Luís abre espaço para oferecer serviços do TJMA e TRE-MA à população  
Jornalismo Faculdade Estácio MA Especialistas em Marketing Digital RP -19-03MA Blogueira por paixão

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui